ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pergunta | Resposta]

A definição de «oração não finita»

[Pergunta] Pode explicar-me o significado desta designação que aparece na TLEBS? Elas contrapõem-se a que outras?
Os meus agradecimentos.

Manuela Cunha :: Professora :: Porto, Portugal

[Resposta] Na Terminologia Lingu[ü]ística para o Ensino Básico e Secundário – TLEBS (consultar CD-ROM), a designação «não finita» significa que a forma verbal a usar numa frase assim classificada pertence às antigamente chamadas «formas nominais» do verbo. É o caso de uma frase de infinitivo (flexionado e não flexionado), de uma frase gerundiva e de uma frase participial. Seguem-se exemplos de cada tipo de oração não finita:

1. Frase não finita de infinitivo: «Lamento ter insultado o Pedro» (infinitivo não flexionado) e «Lamento teres insultado o Pedro» (infinitivo flexionado).
2. Frase não finita gerundiva: «Vendendo o carro, perco a minha autonomia.»
3. Frase não finita participial: «Acabado o discurso, todos o aplaudiram.»

A terminologia tradicional usa também o termo «orações reduzidas» para designar este tipo de frases (ver Celso Cunha e Lindley Cintra, Nova Gramática do Português Contemporâneo, págs. 605-612). As orações não finitas contrapõem-se às finitas, que têm formas verbais finitas (por exemplo, as do indicativo ou as do conjuntivo).

C. R. :: 22/02/2006

[Sintaxe]
O modificador do grupo verbal
na frase «Formar (...) no parque de estacionamento»
Os predicativos na frase
«a Maria ficou em casa sozinha»
Oração de gerúndio introduzida por com
«No fundo do largo da igreja ficava o circo»
«Em que pese» + oração
«A suposição de que...»: uma oração especificativa
O verbo ficar como auxiliar da voz passiva
Complementos nominais: regulamentação e regulamento
A sintaxe de chegar
Dois vocativos justapostos
na frase «Vós, Tágides minhas, dai-me um som alto e sublimado»

Mostra todas

Ciber Escola Ciber Cursos