ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pergunta | Resposta]

Fim de semana = composto morfossintático

[Pergunta] Palavras como malmequer, claraboia, língua da sogra, fim de semana, em que não é possível deduzir o seu significado a partir dos elementos que as constituem, são palavras com estrutura complexa, mas que, quanto ao significado, se assemelham a palavras simples.

Quando expliquei que fim de semana era uma locução e que, com o novo Acordo Ortográfico, perdia os hífenes, classifiquei-a de composto morfossintático. Estarei correta, ou tratar-se-á de uma palavra simples. Na TLEBS falava-se em palavras lexicalizadas.

Cristina Fontes :: Professora :: Braga, Portugal

[Resposta] À luz do Dicionário Terminológico (DT), destinado a apoiar em Portugal o ensino da gramática no ensino básico e secundário, a palavra fim de semana não é uma palavra simples, é uma palavra complexa, formada por composição morfossintática.

Segundo o DT, palavras como caseiro e casa de banho são palavras complexas, sendo a primeira formada por derivação, e a segunda, por composição. A palavra fim de semana, de estrutura idêntica a casa de banho, porque apresenta dois substantivos ligados por uma preposição, é, por isso, um composto. Como a estrutura destes compostos depende da relação sintática e semântica entre os seus membros, diz-se também que são compostos morfossintáticos (cf. idem).

Quanto à palavra locução, é um termo genérico usado, no Acordo Ortográfico de 1990, para referir a grafia de certos compostos.

Carlos Rocha :: 13/03/2012

[Léxico]
Termo vs. término
Arrasante e arrasador
Onomágulo: uma transcrição do grego
O significado da expressão «de vão de escada»
«Brincar de bola»
A família de palavras de frio e frigorífico
A grafia e o significado de guaiuba
O uso de transplantado por metonímia
Mantícora
A origem do apelido/sobrenome Carrapatinho

Mostra todas

Ciber Escola Ciber Cursos