ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pergunta | Resposta]

A conjunção como nas orações comparativas e nas conformativas

[Pergunta] Como diferenciar uma oração subordinada adverbial conformativa de uma comparativa se vierem com a conjunção como? Às vezes é extremamente imperceptível a diferença!

Ajudem-me! Grato!

Fernando Pestana :: Estudante :: Rio de Janeiro, Brasil

[Resposta] Exemplos recolhidos da Nova Gramática do Português Contemporâneo, dos professores Celso Cunha (brasileiro) e Lindley Cintra (português), Edições João Sá da Costa, Lisboa (pág. 583):

1 — Conjunções comparativas «[...] (iniciam uma oração que encerra o segundo membro de uma comparação, de um confronto): que, do que (depois de mais, menos, maior, menor, melhor e pior), qual (depois de tal), quanto (depois de tanto), como, assim como, bem como, como se, que nem». Eis alguns exemplos:

«Mais do que as palavras, falavam os factos.»
(Miguel Torga)

«Unidas, bem com as penas
Das duas asas pequenas
De um passarinho do céu...
Como um casal de rolinhas,
Como a tribo de andorinhas
Da tarde no frouxo véu.»
(Castro Alves)

«Surgiu, como se viesse doutro mundo, inesperada e pálida.»
(Carlos de Oliveira)

«Ele comeu-a que nem confeitos!»
(Camilo Castelo Branco)

2 — Conjunções conformativas — iniciam uma oração subordinada em que se exprime a conformidade de um pensamento com o da oração principal. São as conjunções: conforme, como (com o significado de conforme), segundo, consoante, etc. Eis alguns exemplos:

«O som de uma sineta, conforme o capricho do vento, aproximava-se ou perdia-se ao longe.» (Augusto Meyer)

«Como ia dizendo, o seu raciocínio não está certo.»
(Carlos de Oliveira)

«Cada um tinha razão levando a vida consoante a criação da sua alma.»
(Manuel Lopes)

«Houve, segundo me pareceu, cochichos e movimentos equívocos.»
(Graciliano Ramos)

Em suma, estamos na presença de um como conformativo quando este pode ser substituído (com eventuais alterações na oração que introduz) por conforme:

«Como ia dizendo...» = «Conforme ia dizendo...»

Além disso, o como comparativo introduz o segundo termo de uma comparação assimilativa, identificando «uma coisa, pessoa, qualidade ou fato a outra mais impressionante, ou mais conhecida» (Bechara, Moderna Gramática Portuguesa, pág. 326). O como conformativo inicia uma «oração que exprime um fato em conformidade com outro expreso na oração principal» (idem, pág. 327). Reconheça-se, contudo, que a diferença é, por vezes, difícil de detectar em certos contextos, dada a proximidade destes dois valores de como.

A. Tavares Louro/Carlos Rocha :: 04/07/2008

Textos Relacionados

[Sintaxe]
Mesóclise no meio de uma frase
A análise sintática da frase
«Tudo o que o homem semear, isto também colherá»
«Estar ali, em casa»: reforço do predicativo do sujeito
«Fazer bem»: análise sintática
Modificadores e grupos preposicionais: «mãos de prata», «cabelos de oiro» (Camões)
«Para a Lúcia»: complemento oblíquo
Concordância com a expressão «a maioria» (sem complemento)
A classe de palavras de «nem sequer»
A sintaxe de vir: «vim pelo caminho»
A classificação da conjunção correlativa «nem... nem...»

Mostra todas

Ciber Escola Ciber Cursos