ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pergunta | Resposta]

Sobre o advérbio de modo maciçamente

[Pergunta] Deve dizer-se «Os lisboetas estão massivamente errados» ou «Os lisboetas estão maciçamente errados»?
Procurei no Aurélio e no Houaiss e não fiquei esclarecido. Obrigado pelo esclarecimento e continuação do excelente trabalho.

Desidério Murcho :: :: Reino Unido

[Resposta] Como palavra adequada para designar uma realidade «que tem grande quantidade de elementos num espaço pequeno» ou «que apresenta uma alta densidade» (Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências de Lisboa), muitos gramáticos condenam o uso de massivo e dos vocábulos seus derivados, definindo maciço como o adje(c)tivo corre(c)to (cf. Ciberdúvidas, José Neves Henriques, Maciço/«massivo»). Desta forma, o advérbio de modo a usar deveria ser maciçamente.

No entanto, na versão escrita e em linha do Dicionário da Língua Portuguesa de 2003, já aparece o vocábulo massivo, na acepção de «relativo a um grande número de pessoas, referente a massa; sólido, volumoso; significativo», uso que poderia legitimar o advérbio "massivamente" (cf. Ciberdúvidas, resposta de Maria Celeste Ramilo, Maciço e “massivo”).

Por outro lado, o referido Dicionário da Academia adopta um critério que me parece, para já, mais prudente: regista maciço e massivo; este, contudo, não é classificado como sinónimo do primeiro, mas sim como termo utilizado em lingu[ü]ística («Diz-se do substantivo que representa um conjunto que não é passível de ser dividido em partes singulares que se possam enumerar, contar»). Note-se que os dicionários brasileiros referidos na pergunta não registam a palavra massivo, reforçando aparentemente o estatuto de maciço como a forma mais genuína.

Assim, recomendo o uso de maciçamente no contexto em apreço, podendo a frase ser também parafraseada com uma locução adverbial ou uma expressão nominal quantificadora: «os lisboetas estão errados em grande massa» ou «a grande massa dos lisboetas está errada».
Obrigado pelas suas palavras finais.

C. R. :: 14/12/2005

[Léxico]
A grafia e o significado de guaiuba
O uso de transplantado por metonímia
Mantícora
A origem do apelido/sobrenome Carrapatinho
Propositadamente e propositalmente
Emanente e emanante
«Lâmpada halógena»
A pronúncia de dezoito: história e variação
A regência de munido
O complemento oblíquo de regressar

Mostra todas

Ciber Escola Ciber Cursos